...




"Vive de tal forma que deixes pegadas luminosas no caminho percorrido, como estrelas apontando o rumo da felicidade e não deixes ninguém afastar-se de ti sem que leve um traço de bondade, ou um sinal de paz da tua vida." (Joanna de Ângelis)




...

" A civilização de um povo se avalia pela forma que seus animais são tratados.(Humboldt)"

Seguidores

Google+ Followers

o que mais você encontra aqui:

2leep.com

Melhor visualização do blog no Google Chrome

Por favor, assinem a petição, precisamos acabar com o sofrimento dos ursos da China.

quarta-feira, 5 de maio de 2010

*QUANDO A GENTE MORA FORA...*

...do país da gente,acontece todo tipo de coisa ,boas, ruins e as vezes engraçadas. Não me lembro de nenhum epsódio ruim, aliás,ruim pra mim é não conseguir aprender a  falar o danado do alemão (deve ser a idade,rsrsrsrs).
 O território suiço é dividido em quatro  partes,vou dizer assim pra ficar mais facil de entender. A parte alemã,a parte francesa,a parte italiana e a parte romanche (onde o idioma é semelhante ao italiano),então quase todo comércio  tem pessoas para te atender nas três línguas.  E eu  justamente vim parar na parte da Suiça que tem o idioma mais dificil!
Sei que é chato,mas toda vez que entro em algum estabelecimento,farmácia,supermercado,loja...pergunto pra quem me atende: - Parla italiano?
Falei que é chato porque outro dia eu e meu marido fomos comprar o passe para o mês inteiro de transporte, e  meu marido perguntou  pro "cara" do guichê se ele falava italiano, e o "cara" respondeu da seguinte maneira, em italiano: - Porque será que estamos na Suiça-alemã e todo mundo pede pra falar italiano?!  No fundo não tiro a razão dele de se chaterar com isso :)
...assim vou me virando, com o pouco italiano que sei.
Quando alugamos nosso primeiro apartamento aqui, a janela estava com problemas,meu marido estava no trabalho e ligou pra mim dizendo que o técnico ia lá pra consertar, fiquei desesperada,e perguntei pra ele como eu ia explicar pro rapaz qual era o defeito,meu marido só falou assim: - você consegue,rsrsrsrs.
Tá,fiquei esperando o dito cujo chegar...quando ele chegou e eu atendi, fui logo perguntando: - Parla italiano? Ele disse não, na esperança, perguntei: - Hablas espanhol? Ele também respondeu que não. Eu pensei : - to ferrada, e agora?
Então uma luzinha acendeu na minha cabeça!
Vocês não vão acreditar no que eu tive a pachorra de fazer....por mais que tentem não vão conseguir :)
O computador estava ligado, e mais do que depressa,fui até o tradutor do google e digitei o problema da janela, e ele entendeu tudinho, e o mesmo fazia ele pra me dizer qualquer coisa. E acabou tudo dando certo!
Outro caso aconteceu há poucos dias.
A campainha tocou,eu atendi,então um senhor com  crachá começou a falar o que ele queria,depois que terminou de falar eu perguntei: - Parla italiano?
Ele falou que não. Perguntei então: - Hablas espanhol? Negativamente ele balançou a cabeça. Então pensei: Xíiiiii, agora é que a porca torce o rabo!
Foi então que ele me perguntou: - fala português?
UFA!!! que alívio, falo sim, sou brasileira!
Então ele explicou que era do governo e que estava registrando todas as tvs, rádios e computadores que as pessoas tem em casa. É pessoal, além de pagarmos a energia elétrica, a assinatura da tv e da internet, temos que pagar uma taxa nada pequena pelo número de aparelhos que temos em casa.
Qualquer dia, vão nos cobrar taxas para respirar!
Ah, estava esquecendo de contar porque ele fala português. Ele disse que tem terras e casa no Brasil, e sempre que pode passa uma temporada no país que ele diz que acha lindo demais, que tem um povo muito alegre,amigável e solidário! O que me deixou muito vaidosa :)
Abaixo algumas fotos daqui.


Essas são janelas de um apartamento perto de onde eu morava antes,olhem só, junto com as flores na  jardineira tem tomates plantados. Eu não podia perder essa,tive que fotografar!



Um pedacinho do centro de Zurich.



Que cara de quem comeu e não gostou,né não?! Era o sol batendo no olhos :)

P.S. : Resolvi contar isso depois do incentivo da Taia do blog Zâmbia meu lar,Brasil meu jardim.


NOTICIA ANIMAL


“Bom Dia Brasil”, da Rede Globo, sugere a eutanásia como solução para o abandono de animais.


Jornalismo sem consciência

 
Telejornal “Bom Dia Brasil”, da Rede Globo,sugere a eutanásia como solução para o abandono de animais.04 de maio de 2010


Por Fernanda Franco (da Redação)


“Abandonados, cachorros e gatos ficam vagando por aí: um risco para a saúde pública”. Esta foi a frase pronunciada pelo jornalista Renato Machado ao abrir uma matéria veiculada pelo telejornal Bom Dia Brasil, nesta terça-feira (4), na Rede Globo, sobre os supostos problemas enfrentados pela sociedade com o abandono de animais.
Segundo a matéria, o número de animais abandonados seria preocupante para a saúde pública, e não um reflexo do descaso e da irresponsabilidade humana.
Durante a reportagem, a apresentadora Renata Vasconcellos se refere ao problema do abandono como uma “dor de cabeça” para a sociedadde, e questiona a jornalista Carla Vilhena sobre o que estariam fazendo as autoridades diante dessa população de animais abandonados. Carla Vilhena responde que são encaminhados aos canis municipais, mas eles já não possuem mais condições físicas para comportar esses animais por muito tempo. Então, ela justifica, na sequência: “o problema é que uma lei aqui em São Paulo proíbe a eutanásia de cães e gatos, ou seja, eles não podem ser mortos”.
Sim, a jornalista explicitamente defendeu a matança por eutanásia dos animais abandonados, como forma de “solucionar” essa situação, que para esses profissionais do jornalismo, e bem possivelmente para a Rede Globo também, significa um grande problema apenas para a saúde pública.
Com o mínimo de discernimento (conhecimento da realidade) e competência jornalística, poderia ter sido apresentada uma matéria que sensibilizasse a sociedade sobre os apuros, o frio, a fome, o sofrimento e a solidão devastadora que vivem diariamente milhares de animais abandonados pelas ruas.



*****************************************************



Os animais não são lixos descartáveis que incomodam e poluem a paisagem, como fez parecer a reportagem da Rede Globo. Os cães e gatos citados na matéria são grandes vítimas do ser humano. Há apenas dois vilões nessa história: os tutores irresponsáveis que friamente descartam seus animais; e as autoridades, que não tomam providências para evitar a multiplicação desses animais e dar o devido encaminhamento a esses seres indefesos.
Por que será que a matéria da Rede Globo, em vez de defender a eutanásia desses animais, não apontou o dedo para o descaso público, que não move um milímetro de vontade política para resolver essa situação que é totalmente reversível? Onde está a responsabilidade da mídia, dos jornalistas, das emissoras, ao noticiar uma realidade tão triste com tamanho desdém?
As autoridades devem a esses animais uma saída digna, não a morte. E quando o intuito é solucionar, sobram ideias de iniciativas: programas de castração gratuita distribuídos pelos bairros; campanhas e feiras periódicas de adoção; palestras sobre guarda responsável; incentivo às ONGs que já desenvolvem trabalhos de resgate e encaminhamento para adoção; entre outros. Isso, sim, é solucionar a trágica situação em que se encontram os animais abandonados: agindo e conscientizando.
A jornalista Carla Vilhena defenderia também que os detentos, por exemplo, que habitam as penitenciárias superlotadas devam ser eutanasiados? Ou a vida deles tem algum valor? Naturalmente que querem a vida, assim como os animais não humanos (que não cometeram crime algum) também possuem esse direito.


Para assistir à matéria, na íntegra, acesse aqui: http://www.anda.jor.br/?p=60150




Para escrever para a Globo protestando contra a matéria: http://falecomaredeglobo.globo.com.


DIVULGAÇÃO www.gatoverde.com.br em defesa dos Direitos Animais


"Quando se trata de como os humanos exploram os animais, o reconhecimento de seus direitos requer abolição, não reforma. Ser bondoso com os animais não é suficiente. Evitar a crueldade não é suficiente. Independentemente de os explorarmos para nossa alimentação, abrigo, diversão ou aprendizado, a verdade do direito dos animais requer jaulas vazias, e não jaulas mais espaçosas." - Tom Regan


FRASE DO DIA: "Se quer viver uma vida feliz, amarre-se a uma meta, não às pessoas nem ou coisas. "( Albert Einstein )

7 comentários:

Taia Assunção disse...

O texto ficou hilário, mas quando cheguei na parte da reportagem do Bom dia Brasil meu humor desapareceu. Sinceramente Carla, eu evito assistí-lo. Peguei verdadeira birra da duplinha de Renatos (Machado/Vasconcellos) acho os comentários dispensáveis, sempre em tom de deboche. Mas enfim, voltando ao texto que ficou supimpa...passamos por cada uma né não. Estava com medo de ir a Itália, pois yo no parlo Italiano...hehehe. Mas não tivemos dificuldade porque boa parte da população fala inglês (pelo menos onde fomos). Amei sua foto. É bom poder vê-la. Beijocas!

Faniquito disse...

Oii, Carlinhaaa !!!

Menina, amei ...ri tanto do teu "interprete", muito bom. Deve ser ultra complicado morar num país em que não se fala a lingua, eu ia ficar doidinha. hehehe

Indignei com o imposto das tvs e etc... daqui a pouco do jeito que o Brasil ama impostos vamos ter mais esse tb.

E tb indignei com o relato que vc fez qto aos animais. Mas o que se podia esperar ?!? :(

E te vi na foto... lindona e tatuada...tb não suporto sol. hehehe


Beijinhos

Ana...a que fala a beça. hehehe

MariHelen disse...

Oi, Amiga Querida ...
Me diverti muito com as suas histórias maravilhosas ... Acredito que quando moramos fora do Brasil ,devemos passar por várias situações embaraçosas ...
Adorei as fotos, são lindas , vc está um show na foto , parece modelo...brincadeirinha ...rsrsrs
Quanto a reportagem , infelizmente é o que acontece por aqui ...
Ninguém tem respeito pelas pessoas , imagine com os animais !!!
Bjus e boa semana ...
Helena

calma que estou com pressa disse...

oi Carla! adorei teu texto- tu ta arecendo bem mais feliz agora- tem mis é que rir das situações, gora nda sepre com o note no bolso srsrs
vou inventar uma máquina de tradutor simultâneo=
adorei tua telha tb- continua na arte sempre
agora eta prte dos animais - eu fico extremamente aborrecida com isto- já briguei por cont disto e desta ideias que o "ser humano" tem!
agor somos nós que temos que ser domesticados!!!
bjs

Milai disse...

A minha opinião quanto aos animais continua a ser sempre a mesma. Quem não os quiser tratar bem, na saúde e na doença que não os tenha. Não é depois que têm que se descartar deles.
Ninguém obriga ninguém a ter animais por isso antes de adoptar ou adquirir um a pessoa tem que se comprometer consigo própria a ser um protector para eles.
Quanto às histórias é sempre giro até quando se vai a um lugar onde não dominamos a lingua. E a língua portuguesa como eu costumo dizer é muito traiçoeira...eheheheh
Adorei as fotos. Como não conheço fiquei a conhecer um pouquinho.Obrigada!
Beijinhos

Fafa disse...

Adorei seus texto e concordo com vc em defender os animais!
Vc é uma pessoa muito determinada e batalhadora!
Eu tenho duas cadelas que foi pega em adoção,uma no canil que já estava adulta e outra filhote.

Olha tem um selinho pra vc no meu blog se puder pegar ficarei muito feliz!

Cecilia Helena disse...

Olá Carla, vi um depoimento seu no blog Vasinhos Coloridos e passei por aqui pra conhecer e seguir seu blog, que lugar lindo que vc mora, apesar de sentir saudades do Brasil é muito bom conhecer outros paises, outras culturas... Adorei seus trabalhos, seus panos de prato ficaram muito originais, bem diferentes dos que a gente está acostumada, continue a criar e sua telha pintada ficou bem brasileirinha,bem alegre, adorei! Vou fuçar com mais calma no seu blog e depois comento mais, uma coisa que temos em comum a paixão e o respeito pelos animais! Beijos