...




"Vive de tal forma que deixes pegadas luminosas no caminho percorrido, como estrelas apontando o rumo da felicidade e não deixes ninguém afastar-se de ti sem que leve um traço de bondade, ou um sinal de paz da tua vida." (Joanna de Ângelis)




...

" A civilização de um povo se avalia pela forma que seus animais são tratados.(Humboldt)"

Seguidores

Google+ Followers

o que mais você encontra aqui:

2leep.com

Melhor visualização do blog no Google Chrome

Por favor, assinem a petição, precisamos acabar com o sofrimento dos ursos da China.

terça-feira, 22 de junho de 2010

* NHOQUE DE MANDIOQUINHA COM AVEIA * (vegana)




Delicia de receita,eu simplesmente adoro mandioquinha,cenourinha amarela pra uns,batata salsa pra outros,batata baroa,e por aí vai...não importa como é preparada,é uma delícia de qualquer jeito!
Essa receita veio na caixinha de Aveia Quaker (flocos finos), e mais do que depressa resolvi fazer, bom demais da conta :)
Muito simples e saborosa, experimentem!

Ingredientes:

Molho:
3 dentes de alho picados
2 colheres (sopa) de azeite
6 tomates sem pele e sementes cortados em cubos pequenos
sal a gosto
pimenta-do-reino recém moída
folhas de 5 ramos de manjericão lavados

Massa:
500 g de mandioquinha cozida e espremida
1 xícara (chá) de aveia em flocos finos Quaker
sal a gosto
pimenta-do-reino recém moída


Modo de preparar:


Molho: Refogue o alho no azeite até ficar levemente dourado. Junte os tomates e cozinhe-os em fogo alto até mucharem, cerca de 5 minutos. Desligue o fogo, tempere com o sal e a pimenta e acrescente o manjericão.
Massa: Após cozinhar, esprema a mandioquinha e leve novamente ao fogo para secar a água restante. Junte o restante dos ingredientes e misture bem. Faça rolinhos de 1,5 cm de diâmetro e corte em retângulos de 2 cm. Cozinhe o nhoque em água fervente com sal por 3 minutos ou até começarem a subir na superficie da água.
Sirva em seguida acompanhado do molho de tomate.
 Dica: Substitua a mandioquinha por batata. Após cozida e espremida, volte-a à panela para secar bem e depois acrescente o restante dos ingredientes.



***********


Porque os cães não vivem tanto quanto as pessoas?



Sou veterinário, e fui chamado para examinar um cão da raça Wolfhound Irlandês chamado Belker. Os proprietários do animal, Ron, sua esposa Lisa, e seu garotinho Shane, eram todos muito ligados a Belker e esperavam por um milagre.


Examinei Belker e descobri que ele estava morrendo de câncer. Eu disse à família que não haveria milagres no caso de Belker, e me ofereci para proceder a eutanásia para o velho cão em sua casa. Enquanto fazíamos os arranjos, Ron e Lisa me contaram que estavam pensando se não seria interessante deixar que Shane, de quatro anos de idade, observasse o procedimento. Eles achavam que Shane poderia aprender algo da experiência. No dia seguinte, eu senti um “aperto na garganta”, enquanto a família de Belker o rodeava. Shane, o menino, parecia tão calmo, acariciando o velho cão pela última vez, que eu imaginei se ele entendia o que estava se passando.



Dentro de poucos minutos, Belker foi-se, pacificamente. O garotinho parecia aceitar a transição de Belker sem dificuldade ou confusão. Nós nos sentamos juntos um pouco após a morte de Belker, pensando alto sobre o triste fato das vidas dos animais serem mais curtas que as dos seres humanos. Shane, que tinha estado escutando silenciosamente, saltou:


- “Eu sei porquê.”


Abismados, nós nos voltamos para ele. O que saiu de sua boca me assombrou. Eu nunca ouvira uma explicação mais reconfortante. Shane disse:


- “As pessoas nascem para que possam aprender a ter uma boa vida, como amar todo mundo todo o tempo e ser bom, certo?”


O garoto de quatro anos continuou…


- “Bem, cães já nascem sabendo como fazer isto, portanto não precisam ficar por tanto tempo.”


(autor desconhecido)



Quero agradecer a querida Milai do blog Artes da Milai, que me enviou esse lindo texto por e-mail.
Obrigada a todos pelas visitas, pelos carinhosos comentários, e pelos selinhos que tenho recebido,assim que der posto todos,e desculpem-me também por não poder visita-los,é que o tempo tá curto,assim que for possível também retribuirei as visitas,a saudade é grande podem ter certeza!
 
 
FRASE DO DIA: "A vida tem a cor que você pinta." (Mário Bonatti)





 

7 comentários:

Taia Assunção disse...

Boa semana minha querida...ainda estais no Brasil? Beijocas!

Faniquito disse...

Oii, Carlinha !

Hummmm adoro inhoque e de mandioquinha então!!! Esse com aveia não experimentei mas deve mesmo ficar gostoso, pois só tem coisa boa.:)

Cães já nascem sabendo...e os humanos as vezes se vão sem nunca saber.:(((

Beijinhos

Ana

Milai disse...

Olá Carla!
A receita parece ser bem deliciosa.
Obrigada pela partilha!
Mandei o email pois achei que ía gostar. Achei muito giro!
Beijinhos e que esteja tudo a correr bem consigo

MariHelen Artesanato disse...

Oi, Amiga....
Não tenho notícias suas ... Por onde andas ????
Adoro inhoque e agora com colesterol alto, a aveia é uma boa dica ....
Esse está com uma cara muito boa !!!
Mande notícias e apareça , tá ????
Estamos com saudades ...
Bjus
Helena

Vanessa Senatore disse...

o cao orando é demais...
passando só p deixar 1 oizinho....
e dizer q seu blog é muito legal..

Artes da Li disse...

Ei Carla...que história linda essa do caozinho...vou copia-la e postar no meu blog. Mês que vem faz um ano que meu Bobbyzinho se foi, infelizmente foi atropelado e nada pudemos fazer, morreu nos meus braços.Até hj nao superei e nem consigo ter outro....meu esposo sempre fala em arrumar um, mas eu nao consigo.As vezes me culpo por nao ter cuidado bem dele, e tenho medo de ter outro e acontecer de novo....é a vida.

Obrigada pelo visitinha, quando fizer as borbis posta e me avisa..bjaum.

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas disse...

Oi Carla querida obrigada pelas lindas e doces palavras, tenha um lindo domingo e continue assim um amor de pessoa bjs da Leila