...




"Vive de tal forma que deixes pegadas luminosas no caminho percorrido, como estrelas apontando o rumo da felicidade e não deixes ninguém afastar-se de ti sem que leve um traço de bondade, ou um sinal de paz da tua vida." (Joanna de Ângelis)




...

" A civilização de um povo se avalia pela forma que seus animais são tratados.(Humboldt)"

Seguidores

Google+ Followers

o que mais você encontra aqui:

2leep.com

Melhor visualização do blog no Google Chrome

Por favor, assinem a petição, precisamos acabar com o sofrimento dos ursos da China.

domingo, 19 de junho de 2011

* TORTA VEGETARIANA...*

...em péssima foto! 
"Genducéu", parece que ao invés de melhorar, eu lá vou é piorando:) Não dizem que a prática leva a perfeição?
Acho que no meu caso isso não se aplica, né messsssssss!
Então,essa torta aí da foto esquisita, ficou muito gostosa, e não foi só eu que achei,muitos comeram e fizeram muitos elogios...quem quiser experimentar,segue a receita que tirei da net,mas fiz algumas alterações,tirando ou acrescentando algum ingrediente.


Me esqueci foi de tirar outra foto com ela partida : )


INGREDIENTES:


Para massa:

3 unidades de ovo ( eu não coloquei,coloquei 2 colheres (sopa) de vinagre)
2 xícaras (chá) de farinha de trigo
2 xícaras (chá) de óleo de soja ( coloquei só 1)
1 xícara (chá) de parmesão ralado 
quanto baste de sal (eu coloquei um sachê de tempero para legumes)
1 colher (sopa) de fermento químico em pó 
quanto baste de leite



Para o recheio:


200 g de Mussarela em cubos pequenos (tirei 100 g)
150 g de queijo minas fresco (acrescentei)
1 unidade de tomate picado
1 lata de ervilha
1 lata de milho verde

1 vidro pequeno de palmito cortado em rodelas (acrescentei)
1 cenoura pequena ralada no ralo grosso (acrescentei)
quanto baste de azeitona preta picada
quanto baste de azeitona verde picada
quanto baste de cheiro-verde picado



Modo de preparar:

Juntar todos os ingredientes do recheio em uma tigela e temperar com um pouco de sal, orégano e azeite. Reservar até o preparo da massa.
Massa
Bater os ingredientes no liquidificador  com exceção do leite, que deve ser adicionado aos poucos durante o batimento até atingir o ponto de mingau grosso. Aquecer o forno em temperatura média. Untar a forma refratária de tamanho médio com óleo e farinha de trigo. Colocar 2/3 da massa. Adicionar o recheio distribuindo uniformemente. Colocar o restante da massa em cima do recheio e espalhar com a ajuda de uma colher. Salpicar um pouco de queijo ralado sobre a massa. Levar para assar por 30 minutos ou até a massa estar douradinha. 

***

Protetores de Animais
por Fernanda Aparecida de Gouvêa Oliveira Paro
foto:Os mais

Atualmente, percebo a dificuldade que temos de nos relacionarmos com outras pessoas - parece que cada vez mais incorporamos o papel social e a máscara que nos foi imposta. As relações estão constantemente sob uma pressão incrível, a violência e o medo não “moram mais lá fora”: permeiam os relacionamentos mais íntimos e queridos!

A sociedade vive um momento de muita intolerância e de atitudes extremamente egoístas, todos enxergam apenas seus dramas particulares, seus “pequenos e inóspitos” universos.

No entanto, felizmente, existem seres humanos especiais, que nadam contra esta maré desafortunada, que lutam por objetivos altruístas e igualitários, mas, que quase sempre esbarram nos interesses daqueles que vivem dominados pelo ilusório e momentâneo papel.


O que estou escrevendo não é nada novo, sempre existiram pessoas e movimentos que foram totalmente desacreditados e até execrados por aqueles que não os compreendiam - ou não queriam compreende-los - a grande relevância daquelas “novas idéias” propostas, quer sejam pela paz ou pela mudança de paradigmas, que não mais condiziam com a evolução humana e planetária (e certamente muitos exemplos vêm a nossa cabeça, como Gandhi, Martin Luther King, Jesus, Malcolm X, enfim).

Entretanto, é fato que os obstáculos aparecerão aqui e ali às pessoas que se proporem a romper com a “ordem” mundial imposta, com o conceito de “normal”; a desmotivação surgirá, juntamente com a incerteza, mas é preciso ter fé e coragem para não desistir, para não deixar de lado aquilo em que acreditamos ou aqueles que precisam de nós, que dependem diretamente de nosso apoio e de nossa voz.

A luta pelos direitos dos animais é um exemplo claro disso, uma causa muito especial, mas, evidentemente, cheia de obstáculos criados por aqueles que ainda não entenderam seu próprio – e verdadeiro - caminho.

Vestir a camisa, lutar insistentemente e bravamente por aqueles que não têm voz nem vez neste planeta dominado pelo ego é, sem dúvida, uma dádiva de poucos, é algo para os bravos, para almas cheias de poder - o verdadeiro poder.

Precisamos continuar lutando e mostrando aos seres humanos movidos pela apatia que os animais não-humanos não são objetos, eles possuem direitos e herdaram o planeta, assim como nós, afinal, somos todos animais lutando pela evolução e pela felicidade.

Vamos lá, sem desânimo: a nova consciência de amor, paz e igualdade está cada vez mais forte em nossas almas, existem muitas pessoas juntando-se a nós e colaborando para a mudança, que já ocorre lentamente.

Uni-vos protetores!

O reino de liberdade, igualdade e fraternidade virá em breve para todos nós e para a causa nobre que apoiamos. Continuem lutando!

Paz!



Fernanda Aparecida de Gouvêa Oliveira Paro
Colunista do site GREEPET.
Bióloga – CRBio 43684/01
Protetora animal independente. Educadora Ambiental. nanda_paro@yahoo.com.br

TENHAM TODOS UMA ÓTIMA SEMANA!

FRASE DO DIA: "A prática leva à perfeição." (Saul Bellow)
SERÁ?!

3 comentários:

Casa das Bonecas de Pano de Ipiabas disse...

Oi querida amiga que lindo, o que li obrigada o outro cobre bolo vai ficar melhor te garanto bjs e um lindo feriadão pra vc minha doce da Leila

Fla disse...

Que torta mais saborosa, adorei!
Bjs

Artesanatos da família Rezende disse...

Que torta deliciosa!!!!!!!! Amei seu blog...adoro reformas de madeira...as suas nos inspira...parabéns!!!